BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Dia (quase) Especial


Estou de saída, daqui a pouco, logo mais a noite, um grande amigo dará um passo importante e significativo em sua vida.Estarei lá, como testemunha de sua união com uma menina que me parece ser muito especial.
Eu sei que muita gente sabe que eu não concordo com casamento, tampouco acredito na sua durabilidade.Eu sei que parece hipocrisia ir lá, sorrir e aplaudir algo que por dentro condeno mortalmente.Mas isso foge ao meu poder, a minha aprovação.
O que posso fazer é ir lá e torcer pra que esse novo casal que nasce hoje não entre para as minhas estatisticas.
Talvez as poucas pessoas que leiam isso se perguntem se eu não acredito no amor, se acho tudo isso um melodrama sem fim, que sou mal amada ao algo do tipo.Eu diria apenas que essa história de amor funciona muito bem em livros, em romances do século passado.Cabe muito bem à Bella e Edward, Romeu e Julieta, Rose e Jack...Mas na vida real só posso me permitir ter a esperança de um dia ser humilde o suficiente pra amar alguém, pra unir minha vida a de outra pessoa simplesmente por amar.Eu tenho me sentido mal nessa irreal destinação a negar os valores matrimoniais, pq sei que por mais que eu acredite ter razão, isso não é muito justo comigo mesma.
Nao pense que eu gostaria de adimitir estar amando alguém, estar numa posição infeiror e suplicante, idolatrando uma pessoa que talvez nem mereça tanto reconhecimento.
É verdade, as pessoas tem razão, eu não acredito em amor.
E pra quem acredita, boa sorte, seja feliz.
É só o que eu posso desejar aos corajosos que decidem unir suas vidas à vida de outra pessoa.São heróis.
É muito bom adimitir que sou covarde.

3 comentários:

Penélope Chiz disse...

eu já sou totalmente diferente de você, mais concordo pelanamente, eu não sou covarde, se eu quisese eu casaria, mais sabendo que ninguém é digno de tanta adimiração ao ponto de unir minha vida com uma pessoa. Casamento tem que ter muita coragem mesmo, o amor talvez existe mais pra quem sabe amar. :~

béthy disse...

Eu concordo com o casamento! Eu acho que se duas pessoas se amam, elas devem se casar, por mais que muitos acabem, eu concordo, pq eu acredito no amor verdadeiro!

Priscila Costa disse...

quer andar de carro, velho? estou com saudades!